Makinas - Anuncie Aqui


Arquivo de concreteshow

Consulte-nos quando precisar construir pisos industriais, pisos de postos de gasolina, pisos polidos.
Temos equipes treinadas e equipamentos novos para lhe atender.
Grande São Paulo

melo@makinas.com.br

pisoindustrial2

pisoindustrial

pisoindustrial3

Veja Também:

Comentários



Vendo caçamba betoneira para mini carregadeira, carregadeira ou escavadeira.
rapido facil, consulte nos.

caçamba

Veja Também:

Comentários



concreto projetado é: “ um traço de concreto de baixo slump é bombeado por uma Bomba de Concreto conectada a uma linha de tubos com um Bico de projeção acoplado na ponta do mangote. Este bico de projeção aplica ar comprimido ao concreto. O ar comprimido normalmente é provido por um compressor de ar .  A adição do ar comprimido imprime velocidade ao concreto que é projetado para fora do bico. A combinação de velocidade e baixo slump, proporciona ao concreto a capacidade de ser projetado em, taludes, paredes e tetos.

A projeção de concreto é especialmente utilizada em .

1. Reforço Estrutural (Reparação de Pontes, Reparos Estruturais, Etc)

2. Paisagens de rochas

3. Rochas Artificiais

4. Muros de Contenção

5. Sistemas de Edificações com Painéis

6. Zoológicos

7. Estabilização de Taludes e Encostas

8. Projeção de Refratários

9. Cúpulas de Concreto

10. Paredes e Suportes de Minas e Túneis

11. Piscinas

12. Parques Aquáticos

13. Pistas de Skate e muitas outras aplicações…

Veja Também:

Comentários



Vendo bomba de concreto Zoomlion 49 m³/h

600 horas de trabalhos

R$ 115.000,00

Vazão Máxima Teórica 48 /
Pressão Máx. sobre o concreto 100
Válvula Tubo S
Cilindro de Transporte 180 x 1200
Motor Diesel 81 CV
Capacidade da Caçamba 500 l
Tanque Hidráulico 300 l
Tamanho Máximo do Agregado 40 mm
Diâmetro de Saída 180 mm
Lubrificação Automática Standard
Comprimento 5300 mm
Largura 2020 mm
Altura 2075 mm
Peso 3600 kg

bomba de concreto

bomba de concreto

Veja Também:

Comentários



A FIORI apresentou sua nova autoconcreteira na Bauma. Agora o equipamento vem na cor branca mais identificado com a produção de concreto. Betoneiras, Centrais, Bombas em sua grande maioria são brancas. A nova versão do software CBV agora ainda esta mais preciso bem como o relatório impresso. Agora até o operador é identificado. Também foi lancada a versão DB 460 B. Com balão de 4 m3 porem sem o controle do fator água cimento e de aditivo.

 

fiori

Fiori DB 460CBV

Veja Também:

Comments (1)



Qual sua necessidade? Altura, Vazão, Qual cidade? temos bombas de concreto para locação mensal em todo o Brasil.
Bombas de concreto pequenas, grandes, autobombas Lanças. Mastos de distribuição.

consulte-nos melo@makinas.com.br

Veja Também:

Comments (1)



Vídeo enviado por um colaborador do Makinas onde podemos ver dificuldades na operação.
Leva mais tempo o para soltar o cimento, que não desce pelo funil da pá, que propriamente rasgar os sacos.
Será que o caibro vem de brinde???

camix

Veja Também:

Comentários



altNessa terça-feira, 23, a Usina Hidrelétrica Jirau atingiu um marco importante em sua construção: dois milhões de m³ de concreto lançados desde novembro de 2009. Em termos comparativos, com o mesmo volume, daria para construir duas vezes os doze estádios da Copa do Mundo de Futebol, que será realizada no Brasil em 2014.
O número alcançado é resultado do ritmo acelerado das obras civis, hoje 70% concluídas, e representa a força da engenharia nacional. “Estão de parabéns a construtora Camargo Corrêa, todos os nossos fornecedores e contratados que colaboraram para que o marco fosse atingido, as empresas sócias que acreditaram na possibilidade de se atingir um cronograma tão arrojado como o que estamos enfrentando. Vamos começar a geração agora no início de 2013, nas primeiras unidades geradoras, e continuaremos fazendo as outras etapas, nas demais unidades geradoras, até concluirmos a quinquagésima”, enfatiza o diretor de engenharia da Energia Sustentável do Brasil, Maciel Paiva.
Vencer cada meta faz parte do dia a dia dos profissionais que trabalham na maior hidrelétrica em construção no Brasil e a 14ª do mundo em potência instalada. “Dois milhões de m³ só é possível devido a existência de um grande time aqui em Jirau . Estamos construindo esta obra utilizando um sólido sistema integrado de gestão de obras, onde elaboramos nossas estratégias, implantamos nossos procedimentos executivos , na busca dos nossos objetivos, metas e resultados esperados, em atendimento as expectativas do nosso cliente, dos acionistas, da comunidade e dos nossos profissionais”, explica José Antônio Zanotti, gerente executivo.

O marco da concretagem foi comemorado no canteiro de obras durante todo o dia. Nos diálogos de segurança(encontros realizados diariamente, a cada troca de turno, em todas as frentes de serviço) e também por meio dos mecanismos de comunicação interna, os trabalhadores foram informados da conquista e receberam homenagens. Às 11 horas, dirigentes e trabalhadores da Energia Sustentável do Brasil (responsável pela construção e operação da usina), da Construtora Camargo Corrêa (obras civis), da Leme Engenharia (fiscalização) e outras empresas envolvidas na obra, se reuniram em um mirante abaixo da Casa de Força da margem direita para um ato simbólico comemorativo. Uma betoneira, das que transportam o concreto das centrais de produção até as frentes de serviço, trouxe a faixa alusiva ao marco dos dois milhões de m³, ao som de aplausos, sirenes e fogos de artifício.

alt

O Diretor do Projeto Jirau, Marco Antônio Bucco, ressaltou a importância desta marca. “A Camargo Corrêa, desde Tucuruí, não tinha um desafio dessa magnitude. Alcançamos um patamar em que apenas as grandes empresas do mundo conseguiram: dois milhões de m³. Parabéns aos envolvidos, direta e indiretamente, nesta tão importante conquista”, comenta o diretor.
Concretagem vai até 2014
O processo de concretagem deve se estender até dezembro de 2014. Até lá, mais 800 mil metros cúbicos de concreto devem ser aplicados entre as margens esquerda e direita.
Para atender essa demanda, em Jirau há seis centrais de concreto operando. Juntas, a capacidade de produção das unidades é de 1.200 m³ por hora. “O volume de concreto varia de acordo com a demanda a ser aplicada. Mas as centrais têm uma capacidade de produção bem superior ao volume que a obra vai precisar”, destaca o gerente executivo da construtora Camargo Corrêa, João Lázaro Maldi Júnior.

O diretor de engenharia da ESBR destaca que em fevereiro de 2011, durante o pico das obras foram lançados 130 mil m³ de concreto, o que dá uma média de 4.500 m³ ao dia. “Se trata de um mês curto e com feriados no Brasil. Então, em obras de infraestrutura no País, no ritmo que está sendo feito, eu acredito que não tenha sido realizada ainda uma obra tão grande e com tanta velocidade como a que estamos fazendo aqui”, conclui Paiva.

Fonte: Rondôniaaovivo

Veja Também:

Comentários



LOCAÇÃO DE MASTRO DISTRIBUIDOR DE CONCRETO E BOMBA DE CONCRETO.

QUER SABER MAIS, ENVIE E-MAIL PARA melo@makinas.com.br

mastro distribuidor de concreto. bomba de concreto

Veja Também:

Comentários



A Conquista Comércio e Serviços de Geotecnia, monstra sua força e adquire novos equipamentos para perfuração, produção e projeção de Concreto.

Durante a Concrete Show a Conquista adquiriu uma Autobetoneira FIORI DB460SL , com este equipamento eles querem eliminar problemas de fornecimento de concreto e aumentar sua produtividade. Também adquiriu bombas de concreto Reed, uma A3oHP para realizar paredes em shotcrete e uma Lova para projeção a seco de taludes.

Veja Também:

Comentários



Page 1 of 41234


BlogBlogs.Com.Br

BlogBlogs.Com.Br