Makinas - Anuncie Aqui


Arquivo de caminhão articulado

altNessa terça-feira, 23, a Usina Hidrelétrica Jirau atingiu um marco importante em sua construção: dois milhões de m³ de concreto lançados desde novembro de 2009. Em termos comparativos, com o mesmo volume, daria para construir duas vezes os doze estádios da Copa do Mundo de Futebol, que será realizada no Brasil em 2014.
O número alcançado é resultado do ritmo acelerado das obras civis, hoje 70% concluídas, e representa a força da engenharia nacional. “Estão de parabéns a construtora Camargo Corrêa, todos os nossos fornecedores e contratados que colaboraram para que o marco fosse atingido, as empresas sócias que acreditaram na possibilidade de se atingir um cronograma tão arrojado como o que estamos enfrentando. Vamos começar a geração agora no início de 2013, nas primeiras unidades geradoras, e continuaremos fazendo as outras etapas, nas demais unidades geradoras, até concluirmos a quinquagésima”, enfatiza o diretor de engenharia da Energia Sustentável do Brasil, Maciel Paiva.
Vencer cada meta faz parte do dia a dia dos profissionais que trabalham na maior hidrelétrica em construção no Brasil e a 14ª do mundo em potência instalada. “Dois milhões de m³ só é possível devido a existência de um grande time aqui em Jirau . Estamos construindo esta obra utilizando um sólido sistema integrado de gestão de obras, onde elaboramos nossas estratégias, implantamos nossos procedimentos executivos , na busca dos nossos objetivos, metas e resultados esperados, em atendimento as expectativas do nosso cliente, dos acionistas, da comunidade e dos nossos profissionais”, explica José Antônio Zanotti, gerente executivo.

O marco da concretagem foi comemorado no canteiro de obras durante todo o dia. Nos diálogos de segurança(encontros realizados diariamente, a cada troca de turno, em todas as frentes de serviço) e também por meio dos mecanismos de comunicação interna, os trabalhadores foram informados da conquista e receberam homenagens. Às 11 horas, dirigentes e trabalhadores da Energia Sustentável do Brasil (responsável pela construção e operação da usina), da Construtora Camargo Corrêa (obras civis), da Leme Engenharia (fiscalização) e outras empresas envolvidas na obra, se reuniram em um mirante abaixo da Casa de Força da margem direita para um ato simbólico comemorativo. Uma betoneira, das que transportam o concreto das centrais de produção até as frentes de serviço, trouxe a faixa alusiva ao marco dos dois milhões de m³, ao som de aplausos, sirenes e fogos de artifício.

alt

O Diretor do Projeto Jirau, Marco Antônio Bucco, ressaltou a importância desta marca. “A Camargo Corrêa, desde Tucuruí, não tinha um desafio dessa magnitude. Alcançamos um patamar em que apenas as grandes empresas do mundo conseguiram: dois milhões de m³. Parabéns aos envolvidos, direta e indiretamente, nesta tão importante conquista”, comenta o diretor.
Concretagem vai até 2014
O processo de concretagem deve se estender até dezembro de 2014. Até lá, mais 800 mil metros cúbicos de concreto devem ser aplicados entre as margens esquerda e direita.
Para atender essa demanda, em Jirau há seis centrais de concreto operando. Juntas, a capacidade de produção das unidades é de 1.200 m³ por hora. “O volume de concreto varia de acordo com a demanda a ser aplicada. Mas as centrais têm uma capacidade de produção bem superior ao volume que a obra vai precisar”, destaca o gerente executivo da construtora Camargo Corrêa, João Lázaro Maldi Júnior.

O diretor de engenharia da ESBR destaca que em fevereiro de 2011, durante o pico das obras foram lançados 130 mil m³ de concreto, o que dá uma média de 4.500 m³ ao dia. “Se trata de um mês curto e com feriados no Brasil. Então, em obras de infraestrutura no País, no ritmo que está sendo feito, eu acredito que não tenha sido realizada ainda uma obra tão grande e com tanta velocidade como a que estamos fazendo aqui”, conclui Paiva.

Fonte: Rondôniaaovivo

Veja Também:

Comentários



Veja Também:

Comentários



ABC CHINA ABCIC ABCP ABEA ABECE ABENGE ABESC ABILAJE ABMS ABNT ABRATEC ABTC ACME SRL – ITALY AD TITANIUM ADLER TECHNOLOGIES AGOSTINI AGV ALEC ALFA INSTRUMENTOS ALL IMPER ALLISON AMADIO & C.SPA – ITALY AMADIO AMERICA CORP – USA ANAPRE ANCHORTEC ÂNCORA ANDAIME PROJETOS ANDAIMES JIRAU ANDMAX ANISIO HORTA ANMOPYC – SPAIN ANVI APPORT A.R. TREJOR ARCELORMITTAL ARGAMONT ARGATEX ASA USA ASTEQ ATEX ATI BRASIL ATLAS COPCO ATOMAT AURORA AUZOA AVERMANN MASCHINENFABRIK GMBH & CO. KG A.W.M SPA – ITALY BADINMAC – ITALY BARAM EQUIPAMENTOS BASF BAUER – GERMANY BEIJING HOLLAND BFS – GERMANY BEMARCO BESSER COMPANY – USA BETOMAQ BETONMAC BIBKO BKS BLACK & DECKER BLOCO BRASIL BMC – BRASIL MAQUINAS BRAMEX BRASFORMAS BRASKEM BRENNAND CIMENTOS BRETON – ITALY BRIGGS & STRATTON DO BRASIL BUNKER C3 EQUIPAMENTOS C3 EMPREENDIMENTOS CAPARROS CARIBEA CASSOL CBT CELLULAR CONCRETE CERTEC CGM CIBI CIMENTAL LTDA CINEXPAN COLAR COLLE SPA -ITALY COLUMBIA – USA COMEXPORT COMPUGEO CONCORD CONCORD BRASIL CONCREBEM CONCREFIBER CONCRETE SEALANTS-USA CONCRETE FINISHING SOLUTIONS CONDOR GROUP – ITALY CONTROLS S.R.L. CONDUTIVA CONSTRUQUIMICA CONVICTA COPEX COPLAS CPB CPI ENGENHARIA CORONET SCAFFOLD – CHINA CSM CURETEC – GERMANY CZM IND E COM DALIFORM DAVINO GROUP – ITALY DENVER DEWALT DHALMAR DIAMANGLASS DIAMOND TOOLS -GERMANY DIECE DINATESTE DOKA DUCARGO EAE MAQUINAS EDIL LAME srl ITALY EKIPATECK ELEMATIC EMIC EMIT EQUIPAMENTOS ESP PISOS ESTE ESPAPISO ETRURIA EUROBEND – GERMANY EUROBLOCK EUROLLS EVERDIGM EVG – AUSTRIA FAMETH FANTINI FARESIM – ITALY FAULIM FERRO MET – ITALY FIBRASTEEL FINITI FIORI FLIR FLOWCRETE FOA FORM IMPIANTI FORMA & FORMA FORTEQUIP FORTYWALL FORSA FML CONCRETEC – GERMANY FTP ACCESORIOS – MEXICO GAMMA COBRA GEOPLAST –ITALY GEODIGITUS GEOSINTER GERDAU GERMAN SUCON GMBH – GERMANY GMAIA GOODYEAR GRUBRAS GRUPIONI GUARARAPES GVR MAQUINAS E EQUIPAMENTOS HARD HAWKEYE – USA HENNINGS HERCAB HESS TGM HESS GROUP HIRSCH – UA HYUNDAI HOLANDA ENGENHARIA HOLCIM HOLCIM CONCRETO HILTON HILTI HOLCIM IAB IBPRE IBRACON IBTS ICPA – ARGENTINA ILD IMB IMER GROUP – ITALY INB QGM INSTALL AUTOMAÇÃO ITALIT ITW IVECO IXON JAHU MAQUINAS E EQUIPAMENTOS JAPI JD IMPORTAÇÃO JRC JERUEL JOFEGE JUNTAS UNIONTECH KEZEN REPRESENTAÇÕES KHL GROUP KIRCHNER KOBRA MOLDS KP CONSULTING KST ABRASIVOS KTI-PLERSCH KTB EQUIPAMENTOS KWG LAVEZ AUTOMATION LAYHER LEMASA LEONARDI LIEBHERR LIM MAQUINAS LOPES BOMBAS DE CONCRETO M.A INDUSTRIES – USA MAC PROTENSAO MACCAFERRI MACHBERT MARIO FRIGERIO SPA – ITALY MARCANTONINI MAINPOL GALICIA MAIT-ITALY MASA GMBH – GERMANY MASTERPOL MAS-TINBRAS MAXICABOS MBK – GERMANY MCNEILUS MECAN MENEGOTTI EQUIP MENEGOTTI MENMAQ MEINCOL MJ GERUST MEP MERKON MESA IMALAT – TURKEY METACAULIM DO BRASIL METALESP MILLS MIZAR MOINHO MULTIPLUS NANOPS NEMETSCHEK DO BRASIL NETHERLAND NEOPREX NO-SAG NORTH CAROLINA DEPARTMENT OF COMMERCE – USA OCEM SRL – ITALY ONDALDON OPTIMAS ORTAKLAR HIDROLIK OSCAM – ITALY OESTE FORMAS ORPEC ONDALON PAUL MASCHINENFABRIK GMBH & CO. KG – GERMANY PAVI DO BRASIL PENETRON PETROTEC PERAME PERFILLINE PERFURATRIZ DTH PERMAQ PFC EQUIPAMENTOS PH MAC PINI PIRES GIOVANETTI PIOLANTI – ITALY PIOROTTI PLATZ POLAR POLIDOBRA POLIPISO POLIPLAS POLYTEK-USA POYATOS PREFAB PREMO PRENSOLAND PRESTO NDUSTRIAL PRINZING PROCEQ PRÓ ELETRO PROFAX PROGRESS – ITALY PROTENDIT PUTZMEISTER QUADRA – FRANCE QUINGDAO DESHUNXIN INDUSTRY & TRADE CO. LTD – CHINA RADCON RAISMAN RAMPF MOLDS RAPID INTERNATIONAL RATEC – USA RAUZI REPARCON RESIMART -SPAIN REVISTA ENGENHARIA REVISTA CONSTRUIR NORDESTE REVISTA CONSTRUÇÃO LATINO-AMERICANA RIMAC ROSACOMETTA ROTHENBERGER RHEOSET REKERS SAHARA SANLIAN S-FORM – KOREA SANY SAUR SDLG SETOR USINAGEM SCHNELL BRASIL SCHNELL HOME – ITALY SCHLATTER DO BRASIL SCHLOSSE PFEIFER SCHWING STETTER SF FORMAS SR SCHINDLER SH FORMAS SHANGHAI YPIN PIGMENTS CO LTD SHWIT- CHINA SIMEM DO BRASIL SINAENCO SINAPROCIM SINDUSCON-SP SIGNALWORKS / CONTROLS SITI SA SIKA SMOOTH ON – USA SOLAR EVOLUTION SOLEPOXY SOLODIMIX SOLOTEST SOLUÇÃO ADESIVOS E SELANTES SOOSAN – SOUTH KOREA SOILMEC DO BRASIL SOMAPAR SOMMER SONDRADRILL SPANCRETE USA STORRER STAMP STANLEY HYDRAULICS STYROPLAST TAGUAÚ T&A TD STRUCTURE TECBARRAGEM TECNILASER TECNOSIL TECWALL TEGOBRAS TEKA TGM MAQUINAS E EQUIPAMENTOS TJK MACHINERY CHINA TIANGONG TITAN FORMWORK – USA TOPWERK TOWERS TPREX TQS TRANENGE TRECEM – PORTUGAL TRILLOR TYROLIT UNIONTECH URBINA USIMECA VHO VIBRAFORT VIATRADE VIBROMAK VIFESA VZAN MAQUINAS VOLKSWAGEN CAMINHÕES E ÔNIBUS VOLLERT – GERMANY VOLVO VORTEX HYDRA VOTORANTIM SIDERURGIA VOTORANTIM CIMENTOS WACKER QUIMICA DO BRASIL WALSYWA WCH – WEILER – C.HOLZBERGER WECKENMANN – GERMANY WEBER QUARTZOLIT WORLD OF CONCRETE – USA WYCO TOOL CO – USA YANMAR ZENITH MASCHINENFABRIK – GERMANY ZOOMLION ZUBIRI – SPAIN

Veja Também:

Comentários



A Caterpillar, lançou uma nova geração de caminhões aticulados CAT 735B, 740B e &40B EJ.
Mais versatiliadade, mais ciclos, melhorias que melhoram a produtividade.
Entre as novidades temos:
- Controle de tração Automático – facilidade de operação
- Sistema de suspensão renovado
- Controle de transmissão mais economico e agil
- nova cabine mais confortável

Veja Também:

Comentários



mercedez benz 3340 4140
Peso Bruto Total (PBT): 33.500 kg (3340) – 41.000 kg (4140)
Tara por eixo
Eixo dianteiro 4.811 / 4.809 kg
Eixo traseiro 4.696 / 4.748 kg
Total 9.507 / 9.557 kg
Motor
Modelo Mercedes-Benz OM 457 LA, eletrônico (Conama fase P5).
Potência máxima 401 HP (1.900 rpm) (*)
Torque máximo 2.000 Nm (1.100 rpm)
(*) ISO 1585
Raio de giro (exterior aos pneus): 8.050 mm
Altura livre do solo: 336 mm
Embreagem: Disco duplo com 400 mm de diâmetro.
Sistema de transmissão: Com caixa de mudanças, modelo Mercedes-
Benz G240-16/11, 72.
Marchas: 16 à frente
Velocidade máxima em cada marcha
Não informada
Redução nos cubos de roda: Não informada
Sistema de direção: Hidráulica, modelo LS8BK.
Sistema de suspensão
Dianteiro
Com molas parabólicas, amortecedores de dupla ação e
barras estabilizadoras.
Traseiro
Com molas trapezoidais, amortecedores de dupla ação e
barras estabilizadoras.
Freio: A tambor e ar comprimido.
Freio motor: Hidráulico, com controle eletrônico.
Retardador hidráulico: Modelo Voith R115 HV (opcional).
Pneus: 11.00R22 – 16PR
para transporte (CxLxA): 6.840 x 2.432 x 3.180 mm
Cabine: Avançada.

Veja Também:

Comentários



volvo A40E – A40E FS
Peso operacional: 30.200 kg (A40E FS = 30.600 kg)
Carga útil de transporte: 39.000 kg
Capacidade da caçamba: 18,4 m³ (rasa) / 24,1 m³ (coroada)
Motor Modelo Volvo D16E ABE3 AAE3, do tipo eletrônico (Tier III/Stage IIIa).
Potência máxima 476 HP (1.800 rpm) (*)
Torque máximo 2.525 Nm (1.200 rpm)
Capacidade máxima de rampa (carregado): 45%
Raio de giro: 8.885 mm (externo aos pneus)
Alcance da caçamba (elevação máxima): 7.284 mm
Desnível máximo entre rodas: 300 mm
Articulação do chassi: 45°
Altura livre do solo: 576 mm
Eletrônica embarcada
- Sistema de diagnose de falhas Standard
- Sistema de gerenciamento de operação/manutenção Standard
- Sistema de transmissão de dados Standard
Sistema de direção: Hidromecânica autocompensante, com dois cilindros de dupla ação.
Sistema de suspensão: Três pontos com bogie traseiro (A40E FS = hidráulica em todas as rodas, com estabilizador e nivelador automático).
Sistema de transmissão: Planetária, modelo Volvo PT 2509
Marchas: 9 à frente / 3 à ré
Velocidade máxima em cada marcha
1ª 5,8 km/h
2ª 8,4 km/h
3ª 10,4 km/h
4ª 14,9 km/h
5ª 21,6 km/h
6ª 27,3 km/h
7ª 36,0 km/h
8ª 47,6 km/h
9ª 57 km/h
Retardador hidráulico: Integrado aos eixos e controlado por pedal independente.
Freio: Sistema de circuito duplo hidráulico com freios a discos úmidos refrigerados a óleo em todas as rodas.
Pneus: 26.5 R25
Dimensões para transporte (CxLxA): 11.265 x 3.432 x 3.768 mm
Cabine: Fechada, com pressurização, ar condicionado e proteção ROPS/FOPS como itens de série.

Veja Também:

Comentários



volvo A35E – A35E FS
Peso operacional: 28.100 kg (A35E FS = 28.500 kg)
Carga útil de transporte: 33.500 kg
Volume da caçamba: 16 m³ (rasa) / 20,5 m³ (coroada)
MotorModelo Volvo D12D AFE3/AEE3, do tipo eletrônico (Tier III/Stage IIIa).
Potência máxima 426 HP (1.800 rpm) (*)
Torque máximo 2.100 Nm (1.200 rpm)
Capacidade máxima de rampa (carregado): 45%
Raio de curvatura: 8.826 mm (externo aos pneus)
Alcance da caçamba (elevação máxima): 7.246 mm
Desnível máximo entre rodas: 300 mm
Vão livre do solo: 521 mm
Eletrônica embarcada
- Sistema de diagnose de falhas Standard
- Sistema de gerenciamento de operação/manutenção Standard
- Sistema de transmissão de dados Standard
Sistema de direção: Hidromecânica autocompensante, com dois cilindros de dupla ação.
Sistema de suspensão: Três pontos nos três eixos, com bogie traseiro
(A35E FS = hidráulica em todas as rodas, com estabilizador e
nivelador automático).
Sistema de transmissão: Planetária, modelo Volvo PT 2509.
Marchas: 9 à frente / 3 à ré
Velocidade máxima em cada marcha
1ª 6,2 km/h
2ª 9,0 km/h
3ª 11,0 km/h
4ª 16,0 km/h
5ª 23,0 km/h
6ª 29,1 km/h
7ª 38,5 km/h
8ª 50,9 km/h
9ª 57 km/h
Retardador hidráulico: Integrado aos eixos e controlado por pedal independente.
Freio: Sistema de circuito duplo hidráulico com freios a discos úmidos refrigerados a óleo em todas as rodas.
Pneus: 26.5R25 – 775/65R29
Dimensões para transporte (CxLxA): 11.182 x 3.258 mm x 3.716 mm
Cabine standard: Fechada, com pressurização, ar condicionado e proteção ROPS/FOPS como itens de série.

Veja Também:

Comentários



volvo a30e
Peso operacional: 23.060 kg
Carga útil de transporte: 28.000 kg
Capacidade da caçamba: 13,6 m³ (rasa) / 17,5 m³ (coroada) – SAE
Motor Modelo Volvo D9B ACE3 ADE3, do tipo eletrônico (Tier III/Stage IIIa).
Potência máxima 343 HP (1.900 rpm) (*)
Torque máximo 1.700 Nm (1.200 rpm)
Capacidade máxima de rampa (carregado): 45%
Raio de giro: 8.105 mm (externo aos pneus)
Alcance da caçamba (elevação máxima): 6.592 mm
Desnível máximo entre rodas: 300 mm
Articulação do chassi: 45°
Altura livre do solo: 456 mm
Eletrônica embarcada
- Sistema de diagnose de falhas Standard
- Sistema de gerenciamento de operação/manutenção Standard
- Sistema de transmissão de dados Opcional
Sistema de direção: Hidromecânica autocompensante, com dois cilindros de dupla ação.
Sistema de suspensão: Três pontos nos três eixos, com bogie traseiro
Sistema de transmissão: Planetária, modelo Volvo PT 1562
Marchas: 6 à frente / 2 à ré
Velocidade máxima em cada marcha
1ª 8 km/h
2ª 12 km/h
3ª 22 km/h
4ª 31 km/h
5ª 40 km/h
6ª 53 km/h
Retardador hidráulico: Hidrodinâmico, integrado à transmissão
Freio: Sistema de circuito duplo hidráulico a ar, com freios a discos secos em todas as rodas.
Pneus: 23.5R25 – 750/65R25
Dimensões para transporte (CxLxA): 10.297 x 2.941 x 3.310 mm
Cabine: Fechada, com pressurização, ar condicionado e proteção ROPS/FOPS como itens de série.

Veja Também:

Comentários



volvo A25E
Peso operacional: 21.560 kg
Carga útil de transporte: 24.000 kg
Capacidade da caçamba: 11,7 m³ (rasa) / 15,0 m³ (coroada) – SAE
Motor Modelo Volvo D9B ABE3 AAE3, do tipo eletrônico (Tier III/Stage IIIa).
Potência máxima 305 HP (2.100 rpm) (*)
Torque máximo 1.700 Nm (1.200 rpm)
Capacidade máxima de rampa (carregado): 45%
Raio de giro: 8.105 mm (externo aos pneus)
Alcance da caçamba (elevação máxima): 6.559 mm
Desnível máximo entre rodas: 300 mm
Articulação do chassi: 45°
Altura livre do solo: 456 mm
Eletrônica embarcada
- Sistema de diagnose de falhas Standard
- Sistema de gerenciamento de operação/manutenção Standard
- Sistema de transmissão de dados Opcional
Sistema de direção: Hidromecânica autocompensante, com dois cilindros de dupla ação.
Sistema de suspensão: Três pontos nos três eixos, com bogie traseiro.
Sistema de transmissão: Planetária, modelo Volvo PT 1562.
Marchas: 6 à frente / 2 à ré
Velocidade máxima em cada marcha
1ª 8 km/h
2ª 12 km/h
3ª 22 km/h
4ª 31 km/h
5ª 40 km/h
6ª 53 km/h
Retardador hidráulico: Hidrodinâmico, integrado à transmissão
Freio: Sistema de circuito duplo hidráulico a ar, com freios a discos secos em todas as rodas.
Pneus: 23.5R25
Dimensões para transporte (CxLxA): 10.219 x 2.859 x 3.257 mm
Cabine: Fechada, com pressurização, ar condicionado e proteção ROPS/FOPS como itens de série.

Veja Também:

Comentários



terex ta40
Peso operacional:
30.820 kg
Carga útil de transporte: 38.000 kg
Capacidade da caçamba: 17,4 m³ (rasa) / 23,3 m³ (coroada) – SAE.
Motor Modelo Detroit Diesel Série 60, eletrônico (Tier III).
Potência máxima 437 HP (2.100 rpm) (*)
Torque máximo 2.100 Nm (1.350 rpm)
Capacidade máxima de rampa (carregado): Não informado.
Raio de giro: 9.675 mm
Alcance da caçamba (elevação máxima): 6.926 mm
Articulação do chassi: 45º
Altura livre do solo: 607 mm
Eletrônica embarcada
- Sistema de diagnose de falhas para motor e transmissão.
- Sistema de gerenciamento de operação/manutenção para motor e transmissão.
- Sistema de transmissão de dados Opcional
Sistema de suspensão: Hidráulico, com elementos de borracha (dianteira).
Sistema de transmissão: Automático, modelo Allison HD4560.
Marchas: 6 à frente / 1 à ré
Velocidade máxima em cada marcha
1ª 8,4 km/h
2ª 17,8 km/h
3ª 25,8 km/h
4ª 39,5 km/h
5ª 50,4 km/h
6ª 60,0 km/h
1ª Ré 7,4 km/h
Retardador hidráulico: Na transmissão.
Freio: Disco em banho de óleo.
Pneus: 29.5-25 x 25.00
Dimensões para transporte (CxLxA): 10.944 x 3.356 x 3.942 mm
Cabine: Fechada, com ar condicionado e proteção ROPS/FOPS como itens de série.

Veja Também:

Comentários



Page 1 of 212


BlogBlogs.Com.Br

BlogBlogs.Com.Br